paixão da educação

a história de um lento regresso à escola, contada pelo 'próprio'

quinta-feira, setembro 01, 2005

"Voltei" à escola!

Há já quase dois anos [passarão em dezembro próximo] que estou fora do combate, retirado da linha da frente, que é como quem diz, - abstraindo da linguagem militar, - que não estou efectivamente na escola. Problemas delicados de saúde afastaram-me da escola, das aulas e do trabalho escolar em geral. Em contrapartida a evolução favorável do meu estado de saúde acabou por me trazer à blogosfera, por onde ando, um pouco errático, desde então.

Durante este tempo as minhas passagens pela JB foram muito esporádicas; não há meio termo, ou se está lá, mergulhado em absoluto no mais fundo da vida escolar, com todo o seu cortejo de grandezas silenciosas, de vilezas, de renúncias e de sucessos sem aplauso e sem proveito, ou se está fora, inteiramente fora e longe. Optei, sem hesitação, por ficar longe, enquanto não tivesse condições físicas para regressar. Uma primeira tentativa de regresso acabou em fracasso, já lá vão uns meses.

Desta vez, apesar de prosseguir a recuperação, resolvi "apresentar-me" na escola, no primeiro dia do novo ano lectivo. Apresentação meramente simbólica, que representa mais do que é: não se trata de um regresso mas de manifestar o desejo do regresso. Umas horas de conversa e convívio com os colegas, aquilo que se chama matar saudades. A minha ideia é simples: reaprender o caminho da escola, que de facto nunca esqueci, e ensaiar um lento regresso, ainda sem compromissos formais, sem funções atribuídas, mas com projectos. Aproveitar este tempo que parece um limbo, entre saída e entrada, entre fora e dentro, para fazer aquilo que, uma vez mergulhado no turbilhão e no corropio da vida escolar, com componente lectiva atribuída, etc, etc, seria quase impossível realizar.

Sobre os projectos, que são ideias para marcar o compasso desse lento regresso, falarei na altura certa, evidentemente, não agora.

11 Comments:

Enviar um comentário

<< Home