paixão da educação

a história de um lento regresso à escola, contada pelo 'próprio'

sábado, julho 02, 2005

A Criança e a Água do Banho

O formato ultraleve do debate desta noite, com a ministra da educação, serve pouco ao esclarecimento de grandes questões de fundo. Ajuda a consolidar algumas perplexidades e a fixar a atenção no essencial. Nas questões de fundo, relativas ao ensino e ao nosso sistema educativo, acredito que é preciso mudar de paradigma e inverter algumas lógicas de funcionamento do sistema, que foi frequentemente construído a partir de dentro, numa tensão permanente entre as exigências cegas da grande máquina do ministério e os interesses acomodatícios dos professores. É preciso nunca perder de vista o aluno, mesmo quando olhamos para o professor ou para o edifício a que chamamos sistema educativo. Concordo [com alguma perplexidade, é certo] com o princípio das medidas que estão anunciadas, mas temo que se aplique aqui uma das numerosas fórmulas sábias da Lei de Murphy: "Se alguma coisa pode correr mal, corre." Ou, pior ainda: "A falha escondida nunca permanece escondida." É preciso mudar o sistema educativo sem ter a pretensão de mudar de pessoas. É preciso deitar fora a água do banho sem deitar pela borda fora a criança...

7 Comments:

Enviar um comentário

<< Home