paixão da educação

a história de um lento regresso à escola, contada pelo 'próprio'

terça-feira, dezembro 14, 2004

Revista da quinzena [29 de nov a 12 dez]

Politicamente foi uma quinzena alucinante, até parece ficção. Começou com um governo coligado e acabou com uma coligação dissolvida. É o que parece, mas é preciso notar que não estou a par das notícias das últimas duas horas... E agora os nossos posts. Aqui vai uma retrospectiva.

A assinalar os 18 anos da JB, cumpridos a 28, um texto melancólico:
Pequena história de um fracasso.

Joaquim Sande Silva protesta sobre Os lobbies da paixão, num post incisivo.

José Rabaça Gaspar relembrou a data histórica do 1 de Dezembro E VIVA a RESTAURAÇÃO de 1640! só 364 anos!

No post ... e telemóveis para todos. chama-se a atenção para o uso da tecnicamente chamada telefonia sem fios por parte dos jovens e das crianças.

A propósito do Programa PISA: "Estudantes que lêem menos..." remete para as notícias dos jornais que tratam do assunto, que é sempre actual, numa época de iliteracias cada vez mais sofisticadas.

A descoberta do blog de Enríque Dans motivou um post que nos adverte que temos de aprender a "... vivir de otra manera."

Las Alfabetizaciones Digitales, conferência a 14 de janeiro chama a atenção para um acontecimento, a conferência de José Luis Rodríguez, professor de Barcelona e especialista em cultura digital.

A palavra do ano ["Blog is a true revolution"] apresenta links para o top ten dos termos mais procurados durante o ano de 2004.

"Blogues são instrumento privilegiado da comunicação personalizada." - Tese de licenciatura sobre o fenómeno em Portugal é o nosso post de fundo da quinzena e divulga as respostas da autora de uma tese sobre a matéria.

Jornais escolares on line, na direita baixa, o que é apenas uma forma de dizer, claro, apresenta o nosso apartado dedicado a jornais escolares on line, que podem, desde então ser lidos directamente da nossa página.

A Maltinha da 3 dá o exemplo é um post sobre um jornalinho de uma escola do 1º Ciclo.

O Síndrome assinala os conturbados tempos que vivemos actualmente na política portuguesa.

Mais uma quinzena de pura vertigem. A ministra da Educação dá uma entrevista ao DN, desmentida dias depois pela catadupa de acontecimentos. Da demissão do ministro de-não-sei-de-quê [empossado 4 dias antes] à dissolução presidencial, desta à demissão do governo, início de pré-campanha, impasse sobre se sim ou não há coligação, etc. etc... a quinzena teve de tudo. Feriado patriótico, pela restauração da pátria, feriado religioso da Imaculada Conceição. Teve lançamento do livro de José Pedro Castanheira sobre o Jornalismo on line. Teve congresso sobre o presente e o futuro da Língua Portuguesa. Prémio para o Ponto Média de António Granado. Anões, cavalos, elefantes, a mulher barbuda...