paixão da educação

a história de um lento regresso à escola, contada pelo 'próprio'

quarta-feira, dezembro 01, 2004

E VIVA a RESTAURAÇÃO de 1640! só 364 anos!

(Veja o resumo clicando na imagem.) Em 1969, 22 de Abril, a Academia de Coimbra decreta "O Luto Académico" depois das interpelação de Alberto Martins a Américo Tomás no dia 17 de Abril... o Tomás e comitiva saem protegidos pela PIDE e AM é preso às duas da manhã... (Veja o relato espantoso do 17 de ABRIL de 1969)
No tempo do mui ilustre Presidente Dr. António José de Almeida, e ministro da Instrução, o Senhor Júlio Dantas, os Estudantes de Coimbra, repetem o gesto dos "COJURADOS" de 1640 e dá-se, VEJA «A TOMADA DA BASTILHA» É UM RELATO EMPOLGANTE...

De resto , AGORA no século XXI, por cá todos e TUDO BEM! ASSIM VAI A NOSSA EDUCAÇÃO! Os Senhores Professores, sobretudo aqueles que ainda não foram colocados, não têm que se preocupar... nem com programas, nem planos, nem avaliações!!! O exemplo vem de cima e está tudo aí...
Os jornais da manhã diziam: «O Presidente desvaloriza a crise...» Trata-se, SÓ, de substituir um ministro!!! Às 18H30: «O Senhor Presidente decidiu... (diz Santana)que vai convocar eleições. Nós respeitamos... Nós discordamos... Não há motivos para uma dissolução... Somos uma maioria no parlamento... Defendemos a estabilidade governativa...»
O resto, os meus ilustres companheiros de blogar já disseram tudo.
Como estou com pouco tempo disponível, falhei a minha "posta" de há 15 dias... Há um mês apostava que as eleições americanas ainda estariam a ser discutidas e a contar votos a estas horas... Já aí está o caldeirão da Ucrânia... e parece que da Roménia... Andava eu admirado de os países atrasados terem só um ou dois partidos e afinal os outros como a América, também!!! Já viram como duzentos milhões de almas pensantes e "esclarecidas" se reunem todas à volta de DOIS PARTIDOS e como aí estão expressos todas as correntes de pensamento e crítica!??? Tudo gente esclarecida... Além dos PARTIDOS, os INTEIROS, não consigo descortinar!!!
Bem. Aqui estou eu sem saber como cumprir a minha missão ed "postar" alguma coisa de jeito e dar uma contribuição em prol do BEM colectivo e estou sem jeito nenhum e sem ar, que até me esqueci da minha "ninfa" inspiradora e inspeccionadora a LÍLIA, pois ela costuma saber de tudo, mesmo quando ando distraído e distante gozando o meu estatuto de aposentado que não tem nada a ver com isso!!!...
Mas afinal a LÍLIA, tanto a do Reino dos Disparates, como a do País das utopias possíveis, está, pura e simplesmente atarantada!

A LÍLIA atarantada descobriu o que já está aí dito pelos outros mas vale a pena resumir:
A nossa Ministra, uma Senhora que além de lá estar há quatro dias, já lá estava há 4 meses e andava calada, porque cada vez que abria a boca, saía asneira, e ninguém sabia dela... agora abriu outra vez e disse: que já resolveu tudo... com os professores todos colocados... há só uns 6.000 casos pendentes!!! Já meteu uns processos em tribunal dos falsificadores de atestados... Já tem tudo resolvido para o próximo ANO!!! Já tem uns milhões para pagar à empresa que não fez... e mais uns milhões para pagar à que diz que vai resolver porque já resolveu estas colocações!!! e BEM!!! Não vai abrir vagas!!! Acho que não tem dinheiro, mas afinal é porque o país já está na linha da frente... Vai "pensar" acabar com os tecnológicos que são fazem gente frustrada e vai implementar os cursos profissionais, esses sim que fazem gente FELIZ!
Acho que respiguei uma data de disparates mais mas perdi.
AH! as avaliações dos professores, AGORA, diz esta "emérita" ministra, vão ser por MÉRITO! Perceberam?

Bem, como a LÍLIA DO PAÍS DAS UTOPIAS não conseguia encontrar nenhuma ideia de jeito fOMOS ver se aprendíamos mais alguma coisa com a RESTAURAÇÃO de 1640 e encontrámos um alentejano a dezere:

«E que tal se Alentejo fosse marca de gente?
Por: Martinó Coutinho

«... Mas bem vistas as coisas, o nosso Portugal sempre avançou aos safanões. Se o jovem Afonso não tivesse dado uns oportunos sopapos à sua mãezinha, nós seríamos hoje galegos ou leoneses; se os conjurados de 1640 não tivessem empurrado o Miguel de Vasconcelos pela sacada fora, nós ainda hablariamos castellano; se o castelovidense Mouzinho da Silveira não pensasse ideias largas continuaríamos com a administração do tempo dos conventos e dos morgadios; se os revolucionários dos cravos não tivessem escorraçado Marcelo, Tomás e C.ª, permaneceríamos na sombria Terra Média»

Podem ler mais e fazer as apostas para os episódios que se seguem.

Eu deixo um resumo da "palhaçada" anterior:

Há aí uns 3 anos houve umas eleições autárquicas, daquelas que não têm nada a ver com as legislativas e até o Rio ganha o Porto... e o Lopes ganha Lisboa... e o "Tonecas" aproveita e pira-se...

Vai óspois ganha o Durão... andou 2 anos com a "tanga" e a gritar: "Nós não fugimos com'ós outros" e aí está o "FUJÃO" e mandou tirar o DURÃO do nome. Esqueçam!

A TV andava de tanga... O Governo não intervem... "nunca intervem!!!" e nomeia uma administração... oferece inatalações novas... dá um stúdio ultra... e não intervem!!!

Sai o Fujão entra o Lopes que deixa Lisboa órfã, a chorar pois estava a fazer grandes "obras"!

Depois havia um Rebelo que falava e era ouvido... e o governo não intervem... e ele é calado... No DN também não intervem... No Conselho da Redação da TV também NÃO!!!Até inventaran uns concursos para saberem que são todos iguais!!! Esta é dum senhor Marques!!!

Agora, como o País está BEM e se recomenda vêm aí ELEIÇÕES!!!
Não me posso ter com o RISO!!!

Viva o 1º de Dezembro de 1640!!!
Aqui TODOS devem gritar VIVÓ!!!
VIVA A RESTAURAÇÃO! Digo eu. Um dia destes é melhor ir lá beber uns copos!

Há só mais uma para me vingar de estar um mês sem "postar". É sobre o ANONIMATA nos BLOGUES que até pode ser saudável MAS!!! Vão lá ver. Apesar do nome da autora creio que não é para PAGAR...

ANA PAGO
«A Internet pode ser tão pimba como a TV pimba. E a maioria da Net, hoje, é de facto tão pimba como a TV pimba!», afirmava ontem José Pacheco Pereira, em Lisboa, no âmbito da apresentação do livro No Reino do Anonimato – Estudo sobre o Jornalismo Online, de José Pedro Castanheira. ...»




3 Comments:

Enviar um comentário

<< Home