paixão da educação

a história de um lento regresso à escola, contada pelo 'próprio'

sexta-feira, novembro 12, 2004

Ministério da Saúde desconfia dos "rankings" dos Hospitais

Depois da ministra da educação, Carmo Seabra, ter feito uma crítica contundente ao ranking das escolas em pleno parlamento, é a vez do Ministério da Saúde admitir que o "ranking" dos Hospitais é pouco fiável. A avaliação foi feita considerando os recursos disponíveis e os resultados alcançados por cada unidade, incluindo uma contabilidade das consultas, das cirurgias, do total de doentes atendidos, a taxa de ocupação de camas, entre outros indicadores.

O adjunto do ministro da saúde considera que o ranking é pouco fiável; o presidente da Associação Nacional dos Administradores Hospitalares afirma que é caricato; um dirigente do Sindicato Independente dos Médicos diz que o ranking é simplista e perigoso. O ministério admite que a avaliação terá de ser melhorada nos próximos anos.

A notícia completa aqui.