paixão da educação

a história de um lento regresso à escola, contada pelo 'próprio'

sábado, outubro 02, 2004

Ranking... Pontes... o CAOS? ou Pistas para encontrar SOLUÇÕES?

Quarta-feira é o dia que me é atribuído e tenciono estar presente. Aceitaram o que eu escolhi.
Este RECADO é mais um treino para ver se lanço o meu tema preferido:
Lília no Reino dos DISPARATES - logo contrabalançado com -
Lília no Reino da UTOPIA do (im)possível.

Pontos:

O "ranking" é Feira de Vaidades ou dá para descobrir pistas de solução? precisamos mesmo de um nome estangeiro? Bolas!!!

O Ano Escolar ainda nem começou ou "mal" começou e já se discutem "Pontes"! Já tínhamos começado mal... Por esse caminho, vamos longe.

Anotados os "disparates" vamos às UTOPIAS:

- Parece que o segredo dos melhores não é segredo nenhum: Estabilidade, Motivação, Planificação eficaz... Umas têm? outras não?!!! Porquê.

- A Escola e a Educação não podem estar dependentes da "mudança" do Tempo... ou "mudança" de Humores... ou "mudança" de Governos... Isso é uma "dança".
E que tal a "autonomia" das Escolas como UTOPIA? E os riscos de os erros se repetirem e mutiplicarem, pela incompetência, pelo compadrio, pelo caciquismo?

Vamos andando... Até quarta, dia seis.

1 Comments:

  • At 3:30 da manhã, Blogger José Gustavo Teixeira said…

    Portugal é o país das pontes. Também me interessa pensar na utilidade dos rankings. Mas tenho uma teoria sobre o assunto: os rankings só interessam para alguma coisa se forem discutidos, lidos e relidos, comparados, estudados, contraditados, virados do avesso. Se forem deixados em paz acredito que não têm qualquer utilidade. Saber se estes resultados são discutidos seriamente em Pedagógico nas nossas escolas teria o seu interesse. Temo que muitas escolas os ignorem, mas é só uma suspeita.

     

Enviar um comentário

<< Home